Histórias de sucesso

Histórias de sucesso #07: Thaisa Mayra de Paula Botelho – TJSE e MPDFT

Olá pessoal!

Hoje entrevistaremos a amiga Thaisa Botelho, aprovado no TJSE e no MPDFT!

Ela gentilmente nos concedeu a entrevista que segue:

Nome: Thaisa Mayra de Paula Botelho

Data de nascimento: 14.01.84

Naturalidade: Cardoso/SP

Concurso(s) para magistratura qual(is) foi aprovado:

R: TJ-SE

Outros concursos em que foi aprovado:

R: MPDFT

     PCDF (Delegado)

     PCDF (Agente de polícia)

     PCRN (Delegado de Polícia)

Período de estudos até a primeira aprovação em concursos de magistratura:

R: Aproximadamente dois anos

Trabalhou durante os estudos? Cargo?

R: Sim. Delegada de Polícia

Tempo médio de estudos diário:

R: 6 – 8 horas líquidas.

Quantas matérias diferentes lia por dia? E em uma semana?

R: 2 a 3 matérias por dia. 11 matérias por semana. Estudava pelo menos duas vezes por semana as matérias principais (Civil, Proc Civil, Penal, Proc Penal, Const e Adm).

Estudava sábados/domingos/feriados?

R: Sim. De domingo a domingo. Rs!

Utilizava grupos de facebook/whatsapp para estudar? Acredita que valha a pena?

R: No meu caso não achei que valesse a pena grupos para estudar porque como o meu tempo de estudo era cronometrado (também trabalhava), com amigos sempre perdia um pouco de tempo e assim não conseguia bater as metas de horas de estudos por dia. Mas acho que as ferramentas de pesquisas em instagram, por exemplo, são muito úteis. Sempre encontro dicas muito boas e atualizadas. 

Fazia resumos/cadernos ou utilizava algum feito por outras pessoas?

R: Não fazia resumo, mas utilizava os cadernos do curso LFG . Esses cadernos foram a base do meu estudo. Só complementava os temas mais importantes com livros.  Como não tinha muito tempo, os cadernos otimizavam os meus estudos.

Com qual frequência fazia exercícios para prova objetiva?

R: Aproximadamente três vezes por semana.

Com qual frequência lia “lei seca”?

R: Pelo menos 15 minutos por dia.

Com qual frequência lia jurisprudência? Lia diretamente dos sites dos Tribunais Superiores ou através de outros sites (como dizer o direito ou EBEJI)?

R: Pelo menos 20 minutos por dia. Utilizava o site do dizer o direito para as jurisprudências atuais e os livros do dizer o direito para as antigas. Gostava de estudar um tema no caderno (ex: contratos do direito civil ) e complementar com lei seca e jurisprudência. Por isso, era mais fácil encontrar os precedentes da matéria que tinha acabado de estudar no livro do dizer, já que no livro a jurisprudência é separada por matéria e tema.

Indicaria algum curso online com foco em magistratura/carreiras jurídicas?  Indicaria algum curso de oratória para a fase oral?

R: Acho que para quem não trabalha vale a pena fazer o CERS ou LFG, já que a pessoa dispõe do dia inteiro para estudar. Contudo, quando a pessoa também tem que trabalhar, acho que não vale a pena o curso, pois o tempo de estudo sozinho é imprescindível.  

No que tange ao curso de oratória, sem dúvida alguma indico o curso da Rogéria Guida. O treino a exaustão dá a confiança necessária para a prova oral.

Indica algum método diferenciado de estudos para alguma das fases (objetiva/discursiva/sentenças/oral)?

R: Basicamente, o método que adotei consiste em estudar doutrina, lei seca, jurisprudência e fazer exercícios todos os dias. Além disso, acho importante revisar o tema que foi estudado no dia anterior.

Estudava a banca/examinadores responsável pela elaboração das provas da segunda fase em diante?

R: Sim. Mas acho que mais do que na segunda fase, estudar o examinador é imprescindível para a fase oral.

Se o tribunal é responsável pela elaboração das sentenças e tem um posicionamento diverso do pacificado nos Tribunais Superiores, adotaria qual posicionamento?

R: Pensaria um pouco mais a respeito. Rs. Mas a princípio adotaria a tese do tribunal, caso o precedente dos tribunais superiores não fosse vinculante, explicitando a posição dos tribunais superiores, mas entendendo como mais adequada a do tribunal pelo qual estaria concorrendo a vaga.

É isso! Até a próxima!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                               BIBLIOGRAFIA

 

Quais livros/autores ou cursos/cadernos indicaria para os estudos nas matérias abaixo (se possível, especificar o professor de cada matéria nos cadernos/cursos):

 

Direito Administrativo –  Manual de Direito Administrativo – Matheus Carvalho.

 

Direito Ambiental – Coleção Leis Especiais para concursos da Juspodvm – Leonardo Garcia e Romeu Thomé

 

Direito Civil –  Caderno das aulas do Professor Cristiano Chaves ou Manual volume único do professor Flávio Tartuce

 

Direito Constitucional – Curso de Direito Constitucional – Marcelo Novelino / Curso de Direito Constitucional – Bernardo Gonçalves Fernandes

 

Direito do Consumidor –  Coleção Leis Especiais para concursos. Editora Juspodvm – Leonardo de Medeiros Garcia.

 

Direito do Eleitoral –  Coleção Leis Especiais para concursos. Editora Juspodvm – Jaime Barreiros Neto.

 

Direito Empresarial – Coleção Leis Especiais para concursos. Editora Juspodvm – Estefânia Rossignoli

 

Direito da Criança e do Adolescente – Estatuto da Criança e do Adolescente. RT. Rossato. Lépore. Sanches.

 

Direito Penal – Parte Geral – Caderno das aulas do professor Rogério Sanches e Direito Penal Esquematizado – Cléber Masson.

 

Direito Penal – Parte Especial do Código Penal – Coleção Leis Especiais para concuros. Editora Juspodvm e Caderno das aulas do professor Rogério Sanches.

 

Direito Penal – Legislação extravagante –  Caderno das aulas dos professores Rogério Sanches e Renato Brasileiro e Livro da coleção Leis Penais Especiais da Juspodvm.

 

Direito Processual Civil – Caderno das aulas do professor Fredie Didier Junior. Livro Diálogos sobre o novo CPC – Ed. Armador – Mozart Borba (esse livro me ajudou muito no momento da transição entre o antigo e o novo CPC, pois pontua de forma objetiva e clara as mudanças trazidas pelo NCPC).

 

Direito Processual Penal – Caderno das aulas do professor Renato Brasileiro. Complementava com o livro dele quando tinha alguma dúvida. O caderno dele é muito completo.

 

Direito Tributário –  Direito Tributário Esquematizado. – Ricardo Alexandre.

 

Humanística – Vade Mecum Humanístico.

 

Sentença Cível – Aprendi na prática e com a correção de professores.

 

Sentença Penal –  Também aprendi na prática e consultava alguns pontos no livro do professor Ricardo Schmitt

 

Qualquer livro/curso que indique para o concurso que não se encaixa nas matérias acima (ex: livro de discursiva da juspodivm que tem várias matérias, vade-mécum de jurisprudência etc) –

 

Indico a leitura semanal dos informativos por meio do site Dizer o Direito e os livros do dizer o direito. Como estão sistematizados por tema, ajudam muito a complementar o estudo de doutrina e da lei seca.

 

Além disso, é fato que não basta saber bem a doutrina para passar em concurso. Lei seca também deve ser estudada pois é muito cobrada. Para esse estudo, não acho que valha a pena códigos comentados pois essa leitura tem que ser rápida. O momento para  aprofundar nas matérias é quando do estudo da doutrina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s