Histórias de sucesso

Histórias de sucesso #40: Jussara Araújo Barbosa de Almeida – TJPB.

Olá pessoal!

Hoje o histórias de sucesso é com Jussara Araújo, aprovada no TJPB!

Ela gentilmente nos concedeu a entrevista que segue:

Nome: Jussara Araújo Barbosa de Almeida

Data de nascimento: 31/10/1989

Naturalidade: São Luís/MA

01 – Concurso(s) para magistratura qual(is) foi aprovado:

R: Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba.

02 – Outros concursos em que foi aprovado:

R: Nenhum outro.

03 – Período de estudos até a primeira aprovação em concursos de magistratura:

R: Não estudava especificamente para magistratura, meu foco foi sempre Defensoria, porém, acabei passando no 3º concurso de magistratura que fiz, após 04 anos de estudo.

04 – Trabalhou durante os estudos? Cargo?

R: Atuava em algumas causas como advogada, apenas pela prática. Dedicava meu tempo quase que integralmente aos estudos.

05 – Tempo médio de estudos diário:

R: 06 a 09 horas, dependia muito da minha concentração, motivação, rendimento.

06 – Quantas matérias diferentes lia por dia? E em uma semana?

R: Tive várias formas de estudo. Inicialmente, pegava duas matérias por dia. Depois, resolvi pegar quatro matérias (duas pela manhã, duas pela tarde e a noite reservava para questões ou informativos). Porém, uma coisa era sempre certa: gostava de concluir capítulos, então, acontecia, às vezes, de passar o dia todo numa única matéria.

07 – Estudava sábados/domingos/feriados?

R: Estudava sábados e alguns feriados (especialmente se caíssem em dias de semana), porém, domingo nunca pegava no livro, era meu dia livre e de descanso, procurava relaxar a mente com programas que gostava. Estudei alguns domingos apenas na preparação para a prova oral do TJPB.

08 – Utiliza grupos de facebook/whatsapp para estudar? Acredita que valha a pena?

R: Utilizei apenas na preparação para a prova oral do TJPB. Acredito que, a depender da pessoa, valha a pena, sim. Eu, particularmente, não gosto muito, acho que me desconcentra.

09 – Fazia resumos/cadernos ou utilizava algum feito por outras pessoas?

R: Utilizei resumos feitos por algumas amigas, mas são pessoas nas quais confio muito, além de escreverem e organizarem o assunto de forma parecida comigo. Também utilizei sinopses jurídicas, que, aliás, são excelentes a depender da editora. Nunca fui de fazer muitos resumos, sempre estudava por códigos e livros, sublinhando ou colorindo o que achava mais importante. Quando eu achava o assunto difícil de entender ou com muitas regras e exceções, acabava fazendo o resumo, mas normalmente não fazia.

10 – Fazia revisões do estudo? Com qual frequência?

R: Nunca utilizei o método de revisões, apesar de ser bastante indicado. Quando acabava uma matéria, começava de novo tempos depois.

11 – Com qual frequência fazia exercícios para prova objetiva?

R: Quase todos os dias. Reservava o período da noite para exercícios.

12 – Com qual frequência lia “lei seca”?

R: Logo quando comecei a estudar, não lia. Contudo, fui inserindo a leitura de Códigos e Leis com o passar do tempo e acabou se tornando diária, exceto quando queria aprofundar alguma matéria por livros.

13 – Com qual frequência lia jurisprudência? Lia diretamente dos sites dos Tribunais Superiores ou através de outros sites (como dizer o direito ou EBEJI)?

R: Lia pelo menos 03 vezes por semana, pelo site Dizer o Direito. Também tinha um grupo de estudo de informativos, que se reunia aos sábados, para a leitura dos informativos da semana.

14 – Indicaria algum curso online com foco em magistratura/carreiras jurídicas?  Indicaria algum curso de oratória para a fase oral?

R: Não gosto muito de vídeo-aula, apesar de muita gente se identificar. Prefiro ler, mesmo. Porém, sei que o curso do Renato Saraiva tem professores excelentes. Para a prova oral, fiz o curso do Espaço Jurídico, em Recife/PE, e gostei bastante.

15 – Indica algum método diferenciado de estudos para alguma das fases (objetiva/discursiva/sentenças/oral)?

R: Nunca tive métodos. Sempre tentava montar cronograma de estudo, para saber o que estudar no dia, mas nada muito sofisticado.

Para primeira fase (objetiva): lei seca + questões + jurisprudência.

Segunda fase (discursiva e sentenças): muito treino e leitura de espelhos das bancas.

Prova oral: treino com colegas.

16 – Estudava a banca/examinadores responsável pela elaboração das provas da segunda fase em diante?

R: Nunca estudei, porém, sei que, a depender do concurso e da banca, é necessário.

17 – Se o tribunal é responsável pela elaboração das sentenças e tem um posicionamento diverso do pacificado nos Tribunais Superiores, adotaria qual posicionamento?

R: Demonstraria conhecimento e indicaria os dois entendimentos, posicionando-me a favor do entendimento do tribunal responsável pela elaboração das sentenças.

                                                         BIBLIOGRAFIA

Quais livros/autores ou cursos/cadernos indicaria para os estudos nas matérias abaixo (se possível, especificar o professor de cada matéria nos cadernos/cursos):

Direito Administrativo: Direito Administrativo Descomplicado – Marcelo Alexandrino e Vicente

Direito Ambiental: Sinopses da Juspodivm

Direito Civil: Manual de Direito Civil Vol. Único – Flávio Tartuce

Direito Constitucional: Curso de Direito Constitucional – Dirley da Cunha Junior

Direito do Consumidor: Leis Especiais para Concursos – Direito do Consumidor – Leonardo de Medeiros

Direito do Eleitoral: Sinopses para Concursos – Jaime Barreiros Neto – Ed. Juspodivm

Direito Empresarial: Sinopses para Concursos – Estefânia Rossignoli

Direito da Criança e do Adolescente: Sinopses para Concursos – Guilherme Freire – Editora Juspodivm

Direito Penal – Parte Geral: Direito Penal  – Parte Geral – Volume 1 – Cleber Masson

Direito Penal – Parte Especial do Código Penal: Código Comentado Rogério Sanches

Direito Penal – Legislação extravagante: Lei seca

Direito Processual Civil: Curso de Direito Processual Civil – Fredie Didier

Direito Processual Penal: Manual de Processo Penal – Vol. Único – Renato Brasileiro

Direito Tributário: Direito Tributário Esquematizado – Ricardo Alexandre

Humanística: Resumos

Sentença Cível: Espelhos de provas

Sentença Penal: Sentença Penal Condenatória – Ricardo Augusto Schmitt – Ed. Juspodivm

É isso! Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s